Projecto da Nova Biblioteca Central

Projecto da Nova Biblioteca Central

A biblioteca é o cartão-de-visita cultural de uma cidade. A fim de promover o desenvolvimento sustentável da cultura de Macau, incentivar a alfabetização e consolidar o pilar das humanidades, o Governo de Macau definiu a construção de uma Nova Biblioteca Central como uma importante iniciativa de criação de um espaço cultural, o qual se tornará um marco cultural de Macau após a conclusão do projecto.

A Nova Biblioteca Central será estabelecida na área actualmente ocupada pelo Edifício do Antigo Tribunal e pelo Edifício da Antiga Sede da Polícia Judiciária no centro da cidade de Macau, localizada a leste da entrada no Centro Histórico de Macau, revestindo-se assim de uma grande importância cultural e histórica.

Em resposta às necessidades de desenvolvimento urbano e à diversificação das exigências relativamente à leitura, a Nova Biblioteca Central será um espaço cultural sustentável abrangendo várias áreas funcionais, incluindo espaços para o intercâmbio cultural, salão urbano, memória urbana, sala de exposições, criação artística, lazer, etc.

 

 

  1. Breve Apresentação do Projecto
    • De acordo com o projecto da Nova Biblioteca Central de Macau, as características arquitectónicas do Edifício do Antigo Tribunal e do Edifício da Antiga Sede da Polícia Judiciária serão preservadas, prevendo-se a construção de novos pisos e de pisos subterrâneos, perfazendo um total de 11 pisos. O edifício será dividido em três secções, nomeadamente, uma secção para o acervo da biblioteca, uma secção pública e uma secção de apoio técnico, providenciando assim um espaço de serviços integrados de leitura.  
    • De acordo com estimativas preliminares, o orçamento de construção da Nova Biblioteca Central é de 900 milhões de patacas, devendo o mesmo ser revisto com maior precisão após a conclusão do projecto de detalhe. Os organismos de obras públicas acompanharão o projecto em conformidade com o mecanismo usual de supervisão de obras públicas de grande escala, a fim de evitar custos excessivos e adiamentos.
    • A Nova Biblioteca Central, enquanto núcleo da rede de bibliotecas públicas de Macau, coordenará os recursos das bibliotecas públicas e introduzirá uma variedade de tecnologias aplicadas e novas ideias para prestar apoio às bibliotecas comunitárias.
      Existem actualmente 17 bibliotecas públicas sob a égide do Instituto Cultural, categorizadas como bibliotecas comunitárias pela sua escala e as quais se encontram distribuídas por cinco zonas da cidade, com vista a servir os residentes dessas zonas e a permitir o acesso a instalações e materiais bibliotecários.
       
  2. Conceitos Básicos
    • O projecto prevê o estabelecimento da Nova Biblioteca Central em Macau no terreno ocupado pelo n.º 459 da Avenida da Praia Grande e pelo n.º 1-9 da Rua Central, bem como por um terreno adjacente na Avenida da Praia Grande. De acordo com o disposto na Lei n.º 11/2013 (Lei de Salvaguarda do Património Cultural), o terreno abrange dois edifícios independentes, incluindo o Edifício do Antigo Tribunal, classificado como “edifício de interesse arquitectónico”, e o Edifício da Antiga Sede da Polícia Judiciária, o qual integra uma zona de protecção do património.

    • Tendo em consideração que o Edifício do Antigo Tribunal é classificado como “edifício de interesse arquitectónico”, o Instituto Cultural irá proceder à elaboração do projecto da Nova Biblioteca Central com base nos requisitos de salvaguarda definidos pela Lei de Salvaguarda do Património Cultural. O projecto prevê a preservação integral do Edifício do Antigo Tribunal, incluindo o seu estilo único e todos os elementos arquitectónicos de valor cultural, assegurando igualmente que o novo edifício e os respectivos elementos manifestarão aspectos criativos, tradicionais e inovadores a nível arquitectónico, artístico e urbanístico. A altura máxima do edifício não deverá exceder os 53 metros acima do nível do mar. Após a conclusão da construção da Nova Biblioteca Central, o Edifício do Antigo Tribunal permanecerá intacto, o que exponenciará o contributo positivo do edifício da Nova Biblioteca Central para o desenvolvimento cultural de Macau.

    • Através da selecção do melhor projecto arquitectónico, a futura Nova Biblioteca Central, tornar-se-á um excelente estudo de caso no âmbito da combinação orgânica e do diálogo harmonioso entre edifícios antigos e modernos.

      Seguem abaixo ilustrações das propostas alternativas. No futuro, a equipa de projecto irá elaborar um projecto concreto:
  3. Fases de Trabalho
    Fase Ano Itens
    Projecto Preliminar 2006-2010
    • Consulta pública e estudos preliminares
    • Selecção do local e organização de um concurso de desenho conceptual por convite (resultado do concurso posteriormente anulado)
    2010-2012
    • mplementação do plano de análise preliminar da primeira fase de planeamento arquitectónico (Edifício do Antigo Tribunal)
    Projecto Oficial 2013-2015
    • Planeamento arquitectónico global, combinando a primeira fase (Edifício do Antigo Tribunal) e a segunda fase (Edifício da Antiga Sede da Polícia Judiciária) 
    Projecto de Detalhe 2016-2019
    • Início do projecto de detalhe